[1975] Gabriela

É da sua Época? Você se lembra da novela "Gabriela" na década de 70?
A novela "Gabriela" foi exibida pela Rede Globo em 1975, às 22h, numa livre adaptação de Walter George Durst do romance "Gabriela, Cravo e Canela", obra de Jorge Amado. Na direção dos 135 capítulos estiveram Walter Avancini e Gonzaga Blota, sob a supervisão de Daniel Filho.
Produzida para comemorar os dez anos da Rede Globo, a obra recebeu todo o tratamento digno de uma superprodução em todas as etapas: desde a adaptação do romance de Jorge Amado, a escalação do elenco e a criação dos figurinos de Marília Carneiro, até o trabalho dos cenógrafos Mário Monteiro e Gilberto Vigna.
A trama se passava em 1925, quando uma seca devastadora obrigou as populações famintas do Nordeste a fugir para o sul do país, em busca da sobrevivência. Havia os que migravam para Ilhéus, no interior da Bahia, região que começava a progredir graças ao plantio e comércio do cacau. Com eles, chegou à jovem Gabriela (Sônia Braga). 
Órfã desde criança, a moça viveu durante um tempo aos cuidados de um tio e trabalhou na roça, até que a seca a forçou a partir. Em Ilhéus, ela arranjou trabalho como cozinheira na casa do "turco" Nacib (Armando Bógus), com quem acabou tendo uma história de amor poética e sensual. Mas era uma moça com o cheiro do cravo e a cor da canela, bonita, cheia de vida e dona de uma sensualidade espontânea.
Confira o trecho do vídeo da novela

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...