[1950] Disco de Vinil


É da sua Época? Quem não se lembra dos famosos "Discos de Vinil"? 
O disco de vinil, também conhecidos como LP (Long Play) é uma mídia que foi desenvolvida no início dos anos 50 para a reprodução musical. O vinil é um tipo de plástico muito sensível e qualquer arranhão sobre a mídia pode comprometer definitivamente a qualidade do som. Outro vilão do vinil é a poeira, os discos precisam ser limpos constantemente e devem ser guardados sempre na posição vertical.

O disco de vinil surgiu mais precisamente no ano de 1948 deixando para trás os antigos discos de goma-laca de 78 RPM (rotações por minuto), que até então eram utilizados. Os discos de vinil são mais leves e resistentes a choques, mas são melhores, principalmente, pela reprodução de um número maior de músicas - diferentemente dos discos antigos de 78 RPM que comportavam apenas uma música em cada face - e, finalmente, pela sua excelência na qualidade sonora, além do belo atrativo de arte nas capas de fora.
No final da década de 80 e início da década de 90, começaram a surgir os CDs (Compact Discs) prometendo maior capacidade, durabilidade e qualidade sonora - sem chiados - fazendo os discos de vinil ficarem obsoletos e desaparecerem quase por completo do mercado. No Brasil, artistas que pertenciam a grandes gravadoras, lançariam seus álbuns em vinil até 97, mas não foi preciso muito tempo para que os CDs invadissem também o mercado nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...